SANDRA OLIVEIRA - ESTETICISTA, CABELEIREIRA E PERSONAL CARE VALMARI

"Os verdadeiros vencedores na vida são pessoas que olham para cada situação com a esperança de poder resolvê-la ou melhorá-la."

Barbara Pletcher

24/07/2010

Massagem Indiana ou ayurveda


A terapia ayurveda, ou terapia indiana, começou na Índia há mais de 5000 anos.
O objetivo é reequilibrar os chakras, canais no corpo por onde circula o prana (energia vital) que nutre todos os nossos órgãos. Qualquer desequilíbrio desta energia pode acarretar em vários problemas de saúde.

Nesta massagem nós trabalhamos os 7 principais chakras:
• No topo da cabeça - Sahashara
• Entre as sobrancelhas (3º olho) - Ajnã
• Garganta - Vishudda
• Cardíaco - Anahata
• Plexo solar (umbigo) - Manipura
• Na base da coluna – Muladhara
• Abaixo do umbigo – Svadhisthana
através de movimentos que remetem aos 4 elementos, terra, fogo (sol), água e ar.
Fisiologicamente, há uma melhora da circulação sanguínea e linfática, diminuição da tensão muscular, renovação e hidratação da pele.
Além disso, diminui a ansiedade, o stress e proporciona sensação de bem-estar por reequilibrar a energia e as funções do corpo.
O procedimento é realizado através do aquecimento do óleo carreador (semente de uva, amêndoas,...) no rechaud. Acrescentamos os óleos essenciais de acordo com as necessidades de cada cliente. Com isso atribuímos ao tratamento a aromaterapia, que estimulará a memória olfativa, assim conseguimos um resultado ainda melhor.
A massagem também inclui um ritual, que vai desde fazê-la com os pés descalços, até movimentos que devemos nos concentrar e desejar somente coisas boas para o cliente.
Não tem como não sair da maca muito mais leve.

Fonte:http://www.esteticanaweb.com.br/profissional/artigos_detalhes.aspx?art=16&cat=12

Plataforma Vibratória


O conceito científico de plataforma vibratória foi desenvolvido há cerca de 30 anos, na antiga União Soviética (atual Rússia, Ucrânia e outros países), para combater a perda óssea ocorrida durante a permanência dos astronautas no espaço. Com o uso diário por 10 minutos eles conseguiam permanecer em órbita por 420 dias, enquanto os astronautas americanos conseguiam no máximo 120 dias, quando retornavam a Terra com graves problemas musculares e ósseos. A primeira aplicação, portanto, foi no tratamento da osteoporose.

Em seguida, ainda na União Soviética, começou a ser utilizada para melhorar o desempenho de atletas e na recuperação após atividades físicas.

Como Funciona a Plataforma Vibratória:

O sistema baseia-se em repetir um estímulo sobre os músculos, tendões e ligamentos, o qual gera uma resposta de contração imediata, sem sobrecargas.
Com a vibração, consegue-se trabalhar a 100% os músculos. Adotando diferentes posturas potencia-se o exercício em determinadas partes do corpo, sem esforço. Os músculos são oxigenados e consegue-se queimar a gordura corporal.

As plataformas vibratórias não devem ser confundidas com a ginástica passiva nem com os eletros-estimuladores, já que os princípios em que se baseiam e a tecnologia utilizada são completamente distintos.

Indicação:

Qualquer pessoa, independentemente da idade ou condição física pode utilizar a plataforma vibratória. Não existe nenhuma contra-indicação ao seu uso.

É importante destacar que o uso da plataforma evita completamente os movimentos bruscos e possíveis traumas, como os provenientes de atividades físicas com aparelhos, em academias ou ao ar livre.

A plataforma vibratória é uma excelente maneira de exercitar-se saudavelmente, sem esforços, mas com resultados espetaculares.

Vejam os benefícios da plataforma vibratória:

Na estética:

Redução de gordura corporal
Massagem e relaxamento
Combate a celulite
Drenagem linfática
Estimulação do intestino
Firmeza da Pele
Aumento da densidade muscular
Aumento do metabolismo

No organismo em geral:

Reduz gordura visceral e subcutânea
Melhora tônus muscular
Aumenta densidade óssea
Reduz colesterol e excesso de gordura no corpo
Fortalece as articulações
Aumenta o metabolismo basal auxiliando na redução do peso corporal
Aumenta força muscular

Como ocorre o fortalecimento dos músculos com o uso da plataforma vibratória:

Quando o usuário é submetido a uma vibração de 36 Hz, seus músculos se contraem e relaxam 36 vezes por segundo em uma reação involuntária, enquanto sustenta uma carga equivalente a 3,9 vezes o peso do seu corpo.

A Plataforma Vibratória tem sido usada também por atletas profissionais como um treinamento suplementar e alternativo.

Pessoas idosas incapacitadas para exercícios com pesos ou aeróbicas, têm na Plataforma Vibratória uma solução simples para prevenir a perda muscular relacionada à idade, melhorando a flexibilidade, o fluxo sanguíneo por todo o corpo com importante ganho em bem estar e qualidade de vida.

Como se dá a redução da gordura e celulite:

A vibração desenvolve os tecidos musculares e promove o aumento do metabolismo, resultando em uma maior queima calórica.

Proporciona uma melhora na drenagem linfática e aumento da circulação sanguínea, tornando o exercício vibratório um importante promotor de perda de gordura, com efeitos também benéficos contra a celulite.

Saúde e bem estar:

Mais do que um simples equipamento para exercício e reabilitação, a Plataforma Vibratória oferece a capacidade de relaxamento de todo o corpo, reduzindo o efeito do stress. O tipo de vibração utilizada reduz os níveis de cortizol no organismo enquanto aumenta a liberação de hormônios como a serotonina e GH.

Outros efeitos importantes do exercício vibratório incluem a redução do colesterol, fortalecimento dos ossos e estimulação do funcionamento do intestino.

Medicina e Reabilitação:
Osteoporose e Artrose
Problemas circulatórios
Tratamento de dor e rigidez das articulações
Tratamento de varizes
Melhora do senso de equilíbrio
Fisioterapia
Recuperação de acidentes e contusões

Restrições:

Este equipamento não deve ser utilizado por pessoas que por sua condição física estejam inaptas para o exercício físico, ou seja, nas seguintes situações:

Portadores de marca passo
Crianças menores de oito anos
Mulheres grávidas
Mulheres com DIU recentemente implantado
Pacientes acometidos por doenças cardíacas ou vasculares severas
Portadores de tumores
Pessoas em fase de recuperação pós-operatória ou infecciosa
Epiléticos
Portadores de próteses no joelho, bacia ou de pinos metálicos
Portadores de hérnia de disco grave

Plataforma vibratória ajuda a reduzir gordura corporal, diz estudo.
Roedores submetidos à vibração rápida e pequena perderam até 30% da massa adiposa. Cientistas acreditam que técnica impede multiplicação de células gordurosas.

Aparentemente, é o sonho de qualquer pessoa desesperada por um corpo malhado: perder gordura e ganhar massa muscular com esforço zero, simplesmente ficando em cima de uma plataforma vibratória. Pode soar como ficção científica, mas funcionou — em camundongos. É o que relata um grupo de pesquisadores americanos, que usou a vibração da plataforma como uma espécie de substituto de baixa intensidade dos exercícios físicos.

A equipe coordenada por Clinton Rubin, da Universidade do Estado de Nova York, tinha como objetivo principal testar a influência desses estímulos “imitadores” do exercício real no desenvolvimento do corpo, porque há indícios de que não apenas o movimento de alta intensidade é capaz de queimar gordura.

Só havia um jeito de descobrir — e lá foram os camundongos de laboratório para cima de uma plataforma especificamente projetada para se movimentar na vertical, vibrando rapidamente em uma amplitude muito pequena, de apenas alguns centésimos de milímetro — na prática, um leve zumbido, que os bichos tinham de agüentar por apenas 15 minutos por dia.

O mais impressionante é que deu certo. A gordura do tórax dos camundongos, por exemplo, diminuiu 30%, houve uma pequena redução geral de peso corporal, e a saúde dos bichos melhorou muito. Num teste feito para tentar entender os fatores que levaram ao efeito, os pesquisadores observaram que a plataforma vibratória parece inibir a formação de células adiposas (de gordura) no organismo.

Fonte:http://www.esteticalume.com.br/tratamentos-corporais/plataforma-vibratoria/

Massagem Modeladora


Massagem modeladora é uma técnica que utiliza manobras rápidas e intensas sobre a pele, utilizando pressão através de movimentos de amassamento e deslizamento. Entre os principais benefícios estão a melhora da oxigenação dos tecidos, a quebra da cadeia de gordura e a melhora do tônus muscular.

Gordura localizada é um problema. A gente malha, faz dieta, emagrece, mas quando vai ver ela continua lá, impedindo que aquela roupa nova caia como uma luva, valorizando as formas. Para ajudar a eliminar esse mal, você pode se valer da massagem modeladora aplicada nas clínicas de estética.

Velha conhecida de quem se cuida, essa técnica, que funciona como uma verdadeira minilipo manual, volta a brilhar porque tem sido recomendada por médicos. "Os endocrinologistas a indicam para esculpir o corpo de quem perdeu muitos quilos e os cirurgiões plásticos como complemento da lipoaspiração", comemora Vanda Regina da Costa, esteticista do salão Jacques Janine (SP).

Chamado ainda de massagem redutora e emagrecedora, o método tem como finalidade esvaziar a célula adiposa. "Por meio das manobras manuais utilizadas (veja o passo- a-passo ao lado), a gordura de dentro da célula é eliminada pela corrente sanguínea, pela urina e pelas fezes", explica a esteticista Maria de Fátima Lima Pereira (SP).

Também participam desse processo cremes liporredutores, usados para facilitar o vaivém dos movimentos, com ativos tais como centelha asiática, cáscara-sagrada, cafeína, entre outros. "Os cosméticos hiperêmicos (que esquentam a região) amolecem a gordura, facilitando seu escoamento. Já os crioterápicos (que esfriam o local) fazem com que as células adiposas se agitem para esquentar a área resfriada, ajudando assim a dissolver os lipídios", afirma Vanda Regina.

Principais Indicações:

Combate à Celulite: O conjunto de distúrbios no metabolismo de líquidos e lipídeos formam a celulite, que é um tecido mal oxigenado, subnutrido e desorganizado.

Combate à Flacidez: O enfraquecimento das fibras de sustentação dos tecidos ou falta de tonicidade da pele geram a flacidez.

Combate à gordura localizada: Por heranças genéticas ou excessos alimentares, o tecido gorduroso se acumula em locais determinados mais que em outros locais. São mais frequentemente encontradas na região do bumbum, coxas e culote.

Perder Medidas: Alem de eliminar celulites, quebrar gordura e combater a flacidez, a perda de medidas é um resultado natural da massagem modeladora, principalmente na região dos quadris.

Fonte:http://www.bemstarestetica.com.br/Massagem_modeladora.htm
http://corpoacorpo.uol.com.br/Edicoes/194/artigo4957-1.asp

Crioterapia

Crioterapia é um tratamento indicado para lipodistrofia (gordura localizada) e flacidez. O método foi criado na França e consiste, basicamente, na aplicação de um produto crioterápico (líquido ou gel) no local em que se quer a redução de gordura. Consiste em resfriar o local, para que haja vasoconstrição e redução de temperatura.

Produz, localmente, uma reação termodinâmica provocada pela combustão dos lipídios (sejam os que circulam ou os que estão depositados nos tecidos). Ao aplicar diretamente o frio à pele, os vasos cutâneos se contraem cada vez mais, até chegarem à máxima vasoconstrição (determinada pela evaporação do produto), provocando a redução da temperatura do corpo (de 36,5°C para 30°C). Esta diminuição acarreta uma reação defensiva local (termogênica), dada pela vasodilatação profunda (compensadora da vasoconstrição periférica), provocando, assim, a aceleração do metabolismo local.

- Vasoconstrição periférica: efeito direto sobre os termoreceptores cutâneos que, assimilando a queda da temperatura, levarão aos vasos uma informação para evitar a perda de calor, o que representa prejuízo para atividade celular.

- Vasodilatação profunda: conseqüência do que ocorre superficialmente, pois tende, através da dilatação dos vasos mais calibrosos, a compensar a baixa temperatura dos tecidos, para manter a homeostase (equilíbrio) corporal.

A energia utilizada pelo nosso organismo, em grande parte, é oriunda de degradação da glicose. Nessa tentativa de compensar o diferencial calórico, é utilizado o nível da glicose plasmática (obviamente, não em sua totalidade) e, quando os níveis estiverem em queda, os mecanismos de regulação endócrina da glicemia se encarregarão de mobilizar as reservas calóricas (gordura). A crioterapia só pode ser utilizada em dias alternados. Desta forma, deve-se fazê-la apenas de 2 a 3 vezes por semana. São necessárias, no mínimo, 10 sessões para que se observem os resultados iniciais.

Contra-indicações:
É contra-indicada em casos de hipertensão arterial, diabetes, gravidez, patologias da pele, logo após as refeições, em processos inflamatórios, região dos rins, articulações, pulmões, asma e bronquite, na intolerância ao frio e durante o período menstrual. Não tomar banho até três horas após a aplicação. Não utilizar corrente galvânica junto com Gel Crioterápico (aplica-se a corrente sempre antes, para fazer a ionização de ativos específicos às alterações estéticas presentes). Não aplicar crioterapia em todo o corpo, pois causará hipotermia no cliente.

Fonte:http://www.buonavita.com.br/Procedimentos.aspx?idMenu=6&idItem=6

Ball Massage




Diante de tantas técnicas que são lançadas no mercado da estética, às vezes sentimos a necessidade de criar nossas próprias técnicas e às vezes obtemos ótimos resultados que seria interessante compartilhar com os colegas de profissão.

Assim como na massagem Turbinada, a ball massage é baseada em princípios da terapia chinesa e em pontos que auxiliem a modelagem corporal, e também é conhecida como Drenagem Turbinada ou Lipoescultura Manual."

Trata-se do massageamento de todo o corpo, com movimentos intensos, rápidos e repetitivos, que ativam a circulação, trabalhando a gordura localizada e eliminando toxinas".

A técnica pode ser associada com diversos protocolos já utilizado pelo profissional esteticista, potencializando assim os resultados no tratamento realizado.

Principais benefícios:
• Ativa a circulação sangüínea
• Aumenta a oxigenação e nutrição celular
• Ajuda na liberação de toxinas acumuladas no tecido
• Melhora o peristaltismo (movimentos intestinais)
• Permite a quebra de nódulos lipolíticos (gordura localizada)
• Auxilia no processo de redução de medidas
• Redução de edemas (retenção hídrica)
• Facilita a permeação de princípios ativosmanutenção das medidas reduzidas

Mecanismos de Ação Sobre a musculatura vascular:
A massagem estimula a contração da musculatura vascular aumentando a tonicidade.

Sobre o tecido adiposo:
O favorecimento de troca de líquidos implicará na melhora da circulação periférica que dará condições aos adipócitos, em especial os superficiais, de "manterem" sua carga, impedindo a sedimentação que dá origem a celulite.

Sobre o tecido muscular:
A massagem desintoxica a musculatura pelo retorno venoso e linfático, nutre e, dependendo das manobras utilizadas, pode tonificar.

Efeito Vascular:
Após a massagem num segmento do corpo, observamos uma elevação da temperatura no local da pele, de 1 a 3 graus centígrados pela ação mecânica (atrito) e vasodilatação.

A massagem pode aumentar a quantidade de sangue venoso que chega ao coração, a freqüência dos batimentos cardíacos e, desta maneira, a quantidade de sangue arterial que chega à periferia também é maior.

Indicamos a Ball Massage para:
• Redução de celulite grau I e II
• Redução de Medida
• Redução de Gordura localizada

A técnica alia movimentos de turbinada e bambooterapia, porém existe a necessidade que a mesma seja feita com bolas cravinhos, que melhoram a oxigenação dos tecido, desenvolvendo um tratamento com melhores efeitos.

Com as bolinhas cravinho também é possível realizar massagens relaxantes utilizando menor pressão.


Fonte:http://www.esteticistas.net.br

21/07/2010

Anorexia e Bulimia

Transtorno alimentar: doença acomete cada vez mais adolescentes

Saúde, beleza e aceitação. Três pontos que, se não estivessem em conflito, seriam o suficiente para encarar cada dia como um desafio instigante e necessário.

Mas diante de novelas que impõem a “magreza” como padrão de estética ideal, cada vez mais adolescentes deparam-se com um problema assustador: o transtorno alimentar.

Os Transtornos Alimentares são definidos como desvios do comportamento alimentar que podem levar ao emagrecimento extremo (caquexia) ou à obesidade. Os principais tipos de Transtornos Alimentares são a Anorexia Nervosa e a Bulimia Nervosa.

Essas duas patologias estão intimamente relacionadas por apresentarem alguns sintomas em comum, como preocupação excessiva com o peso e uma representação alterada da forma corporal (a pessoa se sente gorda).

A anorexia é uma doença de fundo psicológico no qual a pessoa sente fome, mas se recusa a ingerir alimento. Em geral, acomete adolescentes do sexo feminino.

A doença ocorre principalmente no início da adolescência, dos 12 aos 19 anos, mas pode se manifestar em qualquer outra idade.

A bulimia, também conhecida como “Fome de Boi”, é a compulsão que a pessoa tem de se alimentar seguida de vômito, como forma de evitar que a quantidade ingerida vire gordura e a faça engordar.

De acordo com Rodrigo Abdo, especializado em psiquiatria da infância e adolescência, essa fome é conseqüência de um estado de infelicidade muito acentuado.

Uma vez saciada a fome, a pessoa sente necessidade de eliminar o excesso, seja forçando o vômito ou tomando doses excessivas de laxante.

Entre as conseqüências destacam-se: problemas psicológicos; desidratação; pele seca e amarelada; perda dos dentes e do cabelo; arritmia cardíaca; problemas gastro-intestinais; ausência de menstruação; infertilidade temporária por causa da diminuição dos hormônios femininos; pressão arterial baixa; hipotermia (baixa temperatura corporal); osteoporose, entre outros.

Identificando o problema

Adolescentes com anorexia e bulimia geralmente não têm consciência da doença. Por esse motivo cabe aos familiares identificar os sintomas e oferecer ajuda. Vários são os sinais que identificam o distúrbio:

- Apesar de perder peso excessivamente, a pessoa pensa estar gorda e jamais assume a doença;

- Freqüentemente faz dietas alimentares; preocupa-se demais com a comida ingerida e o controle do peso;

- O comportamento é introvertido; há contínuo isolamento social com tendências à depressão;

- Ocorre exagero nas atividades físicas; grande cobrança em relação aos cuidados com o corpo.

Fontes:
www.santalucia.com.br
http://www.psiqweb.med.br

Tratamento

A nutricionista do Hospital Regional Rosa Pedrossin, Agenar Arantes, explica que o tratamento é de longa duração e deve ser realizado por uma Equipe Multidisciplinar, que exige acompanhamento psiquiátrico, psicológico e nutricional.

Em Campo Grande, segundo o psiquiatra Rodrigo Abdo, ao contrário do TOI (Terapia de Obesidade Infantil), não existe um programa específico para atender pessoas com transtornos alimentares, mas a Santa Casa possui todos os profissionais necessários para oferecer atendimento.

A instituição é a maior referência no assunto em Mato Grosso do Sul, atraindo pacientes de todo o Estado e até mesmo de países vizinhos, como Paraguai e Bolívia.

Segundo Rodrigo, a dificuldade em se levantar o número exato de casos de transtornos alimentares em Mato Grosso do Sul está na falta de um método próprio de notificação.

No ano passado, em seu consultório, Rodrigo diagnosticou apenas um caso, experiência que ainda não se repetiu em 2006. Também existe a resistência da família em procurar ajuda especializada devido o preconceito existente na sociedade.

Entre outros motivos, Rodrigo explica que ainda falta informação, e que muitos casos de depressão confundem-se com sintomas da bulimia e da anorexia, como a perda de peso, por exemplo.

No Hospital Universitário da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), os acadêmicos de psicologia, devidamente orientados por professores, atendem pacientes com bulimia e anorexia.

Segundo a supervisora de estágio do Serviço de Atendimento Psicossocial da UFMS, Joselane Campagna da Silva, a clínica, que fica localizada no ambulatório do HU, funciona das 17 às 20 horas.

Sugestão de abordagem

Pode-se verificar com hebiatras (médicos especialistas em Adolescência) até que ponto modismos e padrões de beleza podem contribuir para a ocorrência dos transtornos alimetares.

Fontes: Rodrigo Abdo – Psiquiatra da Infância e Adolescência
www.santalucia.com.br
http://www.psiqweb.med.br

Salto alto: amigo da beleza, inimigo do corpo

Andar em cima do salto o dia todo deixa o corpo mais esguio, o andar mais elegante e a roupa com um caimento perfeito.

Apesar das grandes vantagens que leva em relação ao seu irmão mais baixo quando o assunto é aparência, o salto alto, quando usado em demasia, pode causar prejuízos à saúde.

Dores na coluna, problemas no joelho e até encurtamento dos músculos da panturrilha são algumas das conseqüências do uso excessivo deste acessório. Por isso, é bom repensar e descer do salto de vez em quando.

Mas não é preciso radicalizar e jogar fora todos os pares de sapato que tenham saltos com mais de quatro centímetros. A recomendação dos ortopedistas é que se faça um rodízio entre as estaturas da sua sola.O ideal é alternar saltos médios com outros baixos e, de vez em quando, incluir os altos na sua rotina.

O que não pode é deixar que seus pés se acostumem a um tipo específico de salto. Se fizer isso, você sentirá dor a cada mudança na altura do salto.Cuidado redobrado com o salto finoSe você pensar um pouquinho na sua saúde, certamente deixará os sapatos de salto fino em algum canto do guarda-roupa, esperando por uma ocasião especial que mereça seu uso.

É que o chamado salto agulha é o que mais problemas pode trazer à sua saúde, e o principal responsável pelo já citado encurtamento dos músculos da panturrilha.

O que acontece é que, por levar o calcanhar às alturas, deixando-o apoiado apenas por uma superfície pequena e fina, o sapato com salto fino faz com que o peso do corpo fique todo concentrado na parte da frente do pé, causando desconforto, dor e problemas nas costas.Prefira saltos grossos e plataformas.

Se o uso do salto alto é imprescindível no seu dia-a-dia, prefira aqueles grossos, que dão maior sustentação e equilíbrio, e não forçam demais determinadas áreas do corpo, o que acaba por evitar desconfortos físicos.

As plataformas também são indicadas para quem não abre mão de uns centímetros a mais: por terem o salto alto por toda a extensão da sola, o sapato tipo plataforma consegue fazer uma melhor distribuição do peso do corpo.Cuidados essenciaisPara prevenir dores nas costas, problemas de circulação e até o encurtamento do músculo da batata da perna, acostume-se a alongar a parte inferior da perna.

Alguns minutos por dia de alongamento desta região são suficientes para que você compense a permanência nas alturas durante o dia.Experimente, ao tirar o salto alto, alongar a perna. É simples, fácil e rápido. Aqueles alongamento típicos das aulas de educação física e das academia são perfeitos.

Caso não conheça nenhum tipo de alongamento, informe-se com um especialista. E continue cuidando muito bem dos seus pés e pernas, afinal, você precisa dessa sustentação!



Fonte: Rede Farmavip

A beleza começa na cor, textura e consistência da pele:

1- Aplique o filtro solar adequado à sua pele meia hora antes da exposição aos raios solares...Ele deve permanecer algum tempo em contato com a pele, para produzir seus efeitos protetores de modo eficaz.

2- O filtro solar adequado deve conter substâncias que protejam sua pele contra os efeitos nocivos da radiação ultravioleta A e B, porque existe relação direta do câncer de pele e fotoenvelhecimento com a radiação UVB e UVA, respectivamente.

3- A ceratose actínica é uma lesão pré-maligna encontrada com freqüência em pessoas de pele branca, olhos claros e cabelos loiros. A doença é decorrente do efeito cumulativo da radiação solar que atinge a pele. Conseqüentemente, as áreas expostas do corpo são as mais atingidas. O tratamento adequado, que pode ser medicamentoso, previne o aparecimento do câncer de pele.

4-A "micose de praia", nome popular da pitiríase versicolor, é uma doença freqüentemente encontrada nos consultórios médicos. Clinicamente são manchas esbranquiçadas, pardacentas ou acastanhadas com leve descamação superficial.

A doença atinge principalmente o tronco, braços e pescoço de adultos jovens e adolescentes. O contágio ocorre através do contato pessoal, roupas e utensílios contaminados. O tratamento correto faz regredir as lesões da pele sem deixar seqüelas inestéticas.

5-O melanoma está aumentando sua taxa de incidência na população. Acredita-se hoje, que ocorra mais frequentemente em pessoas de pele clara e que a sua gênese esteja relacionada à exposição solar com queimaduras de repetição. Sendo uma doença grave, dissemina-se pelo organismo com certa facilidade, debilitando-o.

Em muitos casos os próprios pacientes descobrem o melanoma ainda na fase inicial. Fato que possibilita o único tratamento realmente eficaz, a precocidade cirúrgica da lesão dermatológica; daí a relevância de preconizarmos o auto-exame de pele trimestralmente.

Sinais assimétricos, escuros com diversas tonalidades, bordos irregulares e crescimento superior a 6mm, devem ser examinados pelo seu médico dermatologista de confiança.


Dr. Marco Aurélio Paiva

A Pele, por idade

Com o tempo, a pele muda. Aos poucos, ela deixa de ter a fragilidade e a maciez típica da "pele de bebê" ou mesmo a beleza e brilho da "pele jovem", para se tornar mais seca, enrugada e "amadurecida".

Na primeira infância

A pele de um bebê é naturalmente suave e brilhante, mas também pálida e vulnerável. Como o colágeno ainda não engrossou, nessa idade a pele é macia e sem rigidez; tampouco apresenta mancha ou pintas, porque as células pigmentadas produzem pouca melanina e a própria pele ainda foi pouco exposta aos raios ultravioleta. Com o passar dos primeiros anos, porém os vasos sangüíneos crescem para melhor nutrir a pele enquanto o colágeno começa a se condensar, dando-lhe um aspecto mais firme.

Na adolescência

A grande alteração desse período é causada pelas transformações hormonais que provocam uma verdadeira rebelião das glândulas sebáceas e nos folículos pilosos. Com o aumento da produção dos hormônios andrógenos (masculinos) nessa fase da vida, é comum que ocorram seborréias (oleosidade da pele e do couro cabeludo) e dilatação dos poros, fatores que levam ao surgimento e proliferação da acne.

Aos 20 anos

Essa é a idade em que a pele atinge sua maturidade plena. Firme, macia e sem manchas, as células cutâneas produzem grande quantidade das fibras colágenos e elastina, garantindo sustentação e firmeza da pele. As glândulas sebáceas e sudoríparas também funcionam bem nessa idade, produzindo sebo e suor, que hidratam e proporcionam textura mais macia. Passada a adolescência e o excessos hormonal instala-se aí o equilíbrio hormonal que torna a pele mais estável.

Aos 30 anos

Nessa idade, a pele mostra os primeiros sinais de envelhecimento, já que cerca de 10% do mecanismo de defesa da pele fica enfraquecido, deixando os radicais livres atuarem com maior intensidade. A renovação celular se torna cerca de 20% mais lenta, deixando a pele menos viçosa. Resultado das agressões externas e internas, de maus hábitos e do acumulo de sol guardado na memória celular, é quando as pequenas rugas surgem na região dos olhos, formando os conhecidos pés-de-galinha.

Alterações nas fibras de sustentação da pele (colágeno e elastina), que também começam a se degenerar, provocam flacidez e pequenas rugas ao redor da boca e testa, e sulcos entre o nariz e os lábios ("bigode-chinês"). Agora menos eficientes na produção de melanina, as células pigmentadas provocam mudanças na cor da pele e fazem surgir pintas e manchas.

A mesma razão faz os cabelos ganharem mechas grisalhas e podem surgir algumas entradas, por causa do afinamento dos fios. Também as glândulas sebáceas alteram-se, produzindo menos sebo, o que termina por desidratar as células cutâneas.

Aos 40 anos

Momento em que o envelhecimento é mais evidente, já que as alterações iniciadas aos 30 anos se intensificam. A espessura da pele, por exemplo, já é 50% menos do que aos 20 anos: as alterações hormonais (mais intensas nas mulheres por causa da proximidade do climatério) deixam a pele ainda mais desidratada com menos viço e elasticidade, intensificando o ressecamento e a flacidez, aprofundando as rugas ao redor dos olhos e dos lábios, entre as sobrancelhas e a testa.

Para esse efeito, concorrem também os movimentos musculares contínuos que formam as conhecidas "marcas de expressão". O tônus muscular já dá sinais de cansaço, diminuindo em cerca de 30% a capacidade de rigidez, gerando flacidez facial, em especial nas extremidades inferiores das bochechas. A capacidade de retenção de água nas células também diminui, ressecando e desnutrindo o rosto.

A pele necessita de maior hidratação também porque a atividade das glândulas sebáceas diminui. Há diminuição inclusive da lubrificação das mucosas dos órgãos sexuais. Olhos, boca. Mais vulnerável aos efeitos do estresse, álcool e cansaço porque o sistema circulatório já não é mais tão eficiente, a recuperação da pele é mais lenta.

Podem surgir ainda as chamadas melanoses solares (também conhecidas por melanoses senis), as manchas amarronzadas provocadas pela ação do sol. Tornam-se visíveis ainda às linhas do pescoço e as olheiras correm o risco de virar bolsas de gordura; os cabelos também estão bem mais finos.

Dos 50 anos em diante.

A partir dessa idade, o envelhecimento é cada vez mais evidente. Todas as transformações iniciadas aos 40 anos se tornam mais intensas e já é mais difícil ocultar naturalmente e flacidez da pele e a ação da gravidade, que nessa idade chegam associadas aos processos degenerativos do corpo: vincos e rugas de expressão ficam mais acentuados, as bochechas caem, os lábios se tornam mais finos por causa da perda de gordura e surgem "papadas" na região do pescoço.

Com a menopausa, a pele das mulheres se torna ainda mais fina e ressecada, porque se acentua a diminuição da produção de fibras de colágeno e elastina, assim como a vascularização. A diminuição da gordura facial e a flacidez muscular dão aspecto murcho ao rosto.



Fonte: A construção da Beleza
Autor: Dr.Otávio R. Macedo

Os cincos maiores crimes contra a beleza

O ideal de perfeição e beleza nunca pode ser obtido sem o cuidado correto e constante com a saúde, isso a gente sabe muito bem. Alimentação equilibrada, atividade física rotineira e cuidados cosméticos específicos são básicos e devem ser a conduta da vida.

Mas são tantos os pequenos pecados diários que cometemos contra nós mesmos, que é importante mostrar como essa somatória acaba comprometendo saúde e beleza. Essa "ignorância" ingênua pode acabar com a performance de um creme cosmético bem formulado ou até mesmo destruir dentes perfeitos.

Veja quais são os maiores "crimes" contra a beleza

1º) Lavar os cabelos com água quente, abusar do secador, chapinha ou baby-liss

São três maneiras diferentes de acabar com a saúde e aparência dos cabelos. Água morna é o máximo que você deve usar para lavar. Secar com ar quente só de uma a duas vezes na semana. Baby-liss ou chapinha, uma vez a cada semana.

A temperatura alta nos secadores ajuda a evaporar a água presente, que é fundamental na cutícula do fio. Mesmo os modelos que atuam em temperaturas mais amenas, por volta de 55º C , também podem causar prejuízos para a hidratação natural do fio de cabelo, se usados com muita freqüência. Mas se você precisa mesmo secar os cabelos diariamente com a ajuda do secador, lance mão das fórmulas termo-protetoras que contém agentes restauradores, que são ativados pelo calor. Dessa forma se evita o dano e matém a flexibilidade do fio de cabelo.

2º) Sair de casa durante o dia sem um produto contendo filtro solar

Já falei inúmeras vezes, mas vou repetir: Sabia que no Brasil, até os 20 anos já tomamos 75% da nossa cota de sol destinada à vida toda? Não preciso nem insistir para dizer que todas as teorias que explicam o envelhecimento precoce estão calcadas na hiperprodução de radicais livres, potenciais agentes danosos. Portanto sol entre 10h00 e 16h00, sem proteção cosmética, significa rugas, manchas e desidratação, além de facilitar o processo de desenvolvimento do câncer de pele.

Incorpore o uso de filtro solar à sua rotina de cuidados pessoais. Para o grau de insolação normalmente recebido nas cidades, durante o ano, um produto com FPS na faixa de 15 a 20 é suficiente, afinal você não vai se esticar ao sol, não é mesmo?

3º) Ir para a cama sem limpar a pele

Serve pra todo mundo, homens, mulheres, crianças e adolescentes: pele limpa antes de deitar, exatamente como os dentes limpos, deve ser uma regra geral. Como o processo de regeneração celular é maior durante a madrugada, é fundamental manter a pele limpa. Se você toma banho antes de deitar, já está resolvido, caso contrário, opte por um produto de limpeza compatível com seu tipo de pele. A higiene diária da pele é a melhor forma de evitar o aparecimento de cravos e espinhas.

4º) Falhar na escovação dos dentes

De nada adianta escovar os dentes de forma errada ou, o que é pior, não escovar. Os almoços de negócio são os grandes vilões, pois se passa do restaurante para o trabalho na mesma reunião sem tempo para a higiene correta dos dentes. O fio dental é muito importante para evitar a formação de placa bacteriana e cáries. A escovação deve ser realizada em movimentos suaves, massageando a gengiva e removendo impurezas, com o auxílio de um creme dental contendo flúor. Ao deitar e ao levantar os cuidados deve ser maiores.

5º) Esquecer da hidratação corporal

Não é só o rosto, nem são só as mãos que precisam de hidratação especial. Pés, cotovelos e joelhos possuem áreas que exigem uma formulação contendo agentes bem umectantes que ajudam a reter a água evitando a descamação e o espessamento da pele. E isso não está restrito ao universo feminino, os homens também precisam cuidar desse assunto, porque não tem coisa mais desagradável do que um cotovelo ressecado, áspero e esbranquiçado.

Fora estes cinco campeões, existem muitos outros delitos contra a beleza, como usar sapato apertado demais, apertar espinhas, exagerar no comprimento das unhas e esquecer do corte temporário dos cabelos, etc. O importante é fazer da vida um caminho gostoso de trilhar, onde a saúde e a beleza começam com bons hábitos de vida.


Por Sonia Corazza

Cuidados com os lábios

Dermatologista dá dicas e receitas para você manter seus lábios bonitos e hidratados

A primeira coisa que chama a atenção é o rosto. E, no rosto, lábios saudavelmente carnudos e rosados são uma atração para o olhar. Eles são a parte mais sensível do corpo e requerem cuidados especiais. Lábios ressecados, rachados e sem vida são sinônimo de um rosto pálido e sem atratividade.

Para tratar adequadamente os lábios, a dermatologista Mônica Carvalho dá algumas dicas:

Lábios rachados - Existem pessoas que têm uma tendência a ter lábios secos, outras estão fazendo uso de medicamentos que ressecam a pele, como a isotretinoina (roacutan), ou ainda, têm o hábito de ficar puxando a pele dos lábios com os dentes e isso, além de machucar, vira um ciclo vicioso (resseca/machuca).

Para hidratar os lábios, a ingestão de água é fundamental. Temos também vários hidratantes, desde a manteiga de cacau, a cera de abelhas, os óleos naturais, como óleo de framboesa, óleo de maracujá e géis, que são bastante eficientes.

Estes cremes e batons hidratantes podem ser usados várias vezes ao dia e por cima deles pode ser usado o batom comum. Há no mercado algumas opções de hidratantes labiais. Quando estiver exposta ao sol use protetores solar com filtro solar.

Lábios brilhantes - Lábios brilhantes são o sinônimo de hidratação. Cosméticos também ajudam a nutrir e a embelezar.

Aumento dos lábios -O DensiSkin, princípio ativo de última geração, que pode ser manipulado nas farmácias em gloss labial, é o primeiro e revolucionário BIO-ATIVO de alta tecnologia com o conceito exclusivo de "Dermo Relax". Pode auxiliar no aumento do volume dos lábios porque ativa a síntese das Bio-Moléculas responsáveis pelo efeito "plumping" com o uso contínuo e estimula o colágeno.

É uma composição única de "Moléculas Inovadoras" com ação integrada Dermo - Funcional; o primeiro Complexo Bio-Ativo desenvolvido através da mais avançada tecnologia baseada na nova tendência Internacional. O Densiskin reativa o metabolismo celular e estimula a Síntese de Biomoléculas e elementos-âncora da junção Dermo-Epidérmica responsáveis pelo aumento da densidade da pele.

Mesmo com o avanço das técnicas e dos produtos, muitas pessoas que gostariam de aumentar os lábios tem receio do preenchimento. Mas, o preenchimento com ácido hialurônico, em 2 etapas, dá um ótimo resultado. "Faço uma aplicação e se a pessoa quiser em 15 dias dou um retoque. Desta maneira, não há risco de ficar exagerado", explica Dra. Mônica. É comum ocorrer inchaço e vermelhidão no local por alguns dias, e podem ser necessárias duas sessões do tratamento, de acordo com o tamanho dos lábios que se quer obter.

Em casa, pode ser utilizado o Epiderfill, princípio ativo incorporado em produtos manipulados pelo médico, que consiste de ácido hialurônico de baixo peso em nanosferas. O Epiderfill promove o aumento labial por atrair água para o local. O produto pode ser usado diariamente.

* Deve-se realizar uma esfoliação com sabonetes esfoliantes delicados (esferas finas), uma vez por semana, para eliminação de células mortas e facilitar a penetração dos hidratantes.
* Em primeiro lugar, use protetor labial ou um batom com proteção constantemente, em qualquer estação do ano.
* Inclua na alimentação muitas frutas e verduras ricas em vitaminas.
* Beba no mínimo dois litros de água diariamente.

Dra. Mônica F. Carvalho Nakatsubo
Dermatologista pela UNIFESP.
Especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia.
Membro efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica.

Olheiras

Chamamos de olheiras o escurecimento bem definido que ocorre na região da pálpebra inferior.
Esta alteração de pele, muito comum, é a combinação de vários fatores, tais como:

• Excesso de vasos,
• Excesso de melanina,
• Bolsas de gordura, e
• Flacidez.

Vale lembrar que a pele que cobre a área dos olhos é muito delicada – tem apenas 0,4mm de espessura, enquanto a do restante do corpo mede 2mm. Assim, um acúmulo extra de melanina ou de vasos nessa região acaba transparecendo facilmente na forma de olheiras.

O grande inconveniente dessas manchas é a aparência de cansaço que fica estampado no rosto.
As olheiras arroxeadas que surgem cedo – às vezes até na infância – normalmente estão relacionadas à predisposição genética e significam excesso de vasos na região embaixo dos olhos.

Estresse de noites mal dormidas, cigarros, excesso de bebidas alcoólicas, café e até mesmo o período menstrual pioram o quadro, pois estimulam o fluxo sanguíneo e dilatam os vasos da região.

A concentração de melanina na região das pálpebras inferiores, mais comum em pessoas após os 35 anos, também piora as olheiras, mas neste caso a mancha é acastanhada.

A flacidez da pele e as bolsas que surgem devido à retenção de líquidos ou ao acúmulo de gorduras nas pálpebras inferiores realçam ainda mais as olheiras.

Formas de Tratamento
Compressas, cremes específicos, drenagem linfática e aplicação de laser são os recursos disponíveis para amenizar as olheiras.

Para o uso de cremes específicos, há aqueles que contêm ingredientes que clareiam as olheiras (Vitamina C, Ácido Kójico, Ácito Fítico, Arbutin, Hidroquinona, e há cremes que ativam a circulação e drenam os líquidos da região, evitando o inchaço (Camomila, Hamamélis, Tília, Arnica e Bardana, e Vitamina K1).

Mas isoladamente, os produtos antiolheiras não fazem milagre. São mais eficazes quando usados como coadjuvantes de outros tratamentos.

Também os peelings suaves, à base de ácidos retinóico, glicólico ou solução de Jessner, em concentrações adequadas para área dos olhos, promovem a renovação da camada superficial da pele, amenizando as olheiras.
A drenagem linfática (massagem que estimula a circulação sanguínea e linfática) pode ser feita manualmente por uma profissional especializada, sendo indicada para casos de retenção de líquidos na região abaixo dos olhos.

O uso de laser ou luz pulsada é o método mais moderno para eliminar olheiras, pois a energia do laser é atraída pelo pigmento do vaso e acaba destruindo-o.
Essa técnica produz bons resultados em pessoas de pele clara, que têm vasos bem aparentes. A pele morena, pelo contrário, dificulta o reconhecimento dos valos sanguíneos pela luz e por isso deve ser avaliada com cautela nesses casos.

Para essa técnica são necessárias, no mínimo, seis sessões de aplicação de laser e durante esse período, o filtro solar é indispensável, pois a pele pode manchar quando estimulada pelo sol.
Fonte: Revista Cosmetic & Toiletries (vol. 19, nº 06, Nov/Dez 2007).

Por Denise Steiner – Médica Dermatologista


Produtos que contêm os princípios ativos indicados para uso no artigo “Olheiras”:
• Loção Tônica com Alantoína, Hamamélis e Vitamina E La Vertuan;
• Máscara de Tília La Vertuan;
• Gel Creme com Alfa-Hidroxiácidos La Vertuan.


Maria de Lourdes Vertuan
Farmacêutica-Bioquímica com Qualificação em Cosmetologia
Diretora da La Vertuan Cosméticos
Fone: (47) 3438-7449
lavertuan@lavertuan.com.br
www.lavertuan.com.br

Oito passos para evitar rugas

Quem ainda não chegou na casa dos “enta” já pode, e deve, pensar em se prevenir contra as ruguinhas e pés de galinha na região dos olhos. Depois dos 25 já é hora de começar. Veja o que fazer com as dicas do cirurgião plástico ocular André Borba.

1º - Proteção contra o sol: a partir dos 20 anos, o uso diário de protetor solar ou creme com fator de proteção solar é indispensável para o rosto. Já existe no mercado o primeiro protetor solar exclusivo para a pele mais fina das pálpebras.

2º - Adeus ao cigarro: parar de fumar é fundamental. O hábito aumenta em até cinco vezes as chances de envelhecimento precoce da pele. E, novamente, tudo começa pela região dos olhos.

3º - Hidratação facial: depois de um dia de trabalho e exposição aos fatores nocivos como o sol, o frio e a poluição, o hidratante facial é fundamental. Use a partir dos 20 anos diariamente.

4° - Cremes: a partir dos 25 anos é hora de optar pelos cremes com substâncias ativas no rejuvenescimento ao redor dos olhos. Dependendo do tipo de pele, usar ácido retinóico, glicólico e kójico. O uso noturno já é indicado.

5º - Cuide das sobrancelhas: evite a cera quente que aumenta as chances de pálpebras caídas no futuro. Por causa do trauma, as pálpebras ficam mais flácidas precocemente e pigmentadas.

6º - Peelings: a indicação é a partir dos 25 anos. Peles fotoenvelhecidas e com manchas vão rejuvenescer com a técnica. Ao favorecer certa esfoliação, o peeling estimula a elastina e o colágeno, melhorando a aparência da pele.

7º - Toxina botulínica: indicação é a partir dos 30 anos, dependendo do paciente. A toxina ameniza as rugas dinâmicas. Deve haver cuidado na hora de aplicar, tanto em relação à quantidade quanto ao local.

8º - Preenchimentos: indicados nos casos onde há depressão ou rugas profundas nas regiões glabelar (sobrancelhas) e sulco-naso labial (nariz e boca). Realizado com ácido hialurônico ou PMMA (polimetil metacrilato), entre outros.

Fonte - MBPress

Criado em Sex, 14/03/2008 12h17
Por Vila Batom

Abdominoplastia - cirurgia do abdomen

A Dermolipectomia Abdominal é a cirurgia que retira a gordura e a pele excedentes da região do abdômen. Conhecida pelos internautas como cirurgia de barriga.
Abdominoplastia
imagem ilustrativa da acentuação do abdomen

Abdominoplastia - A Cirurgia Plastica na barriga é muito procurada por grande parte das mulheres. Saiba mais sobre esta cirurgia. Com a FitCorpus você conta com uma assessoria completa.

Indicações

As indicações para a cirurgia do abdômen são particularmente numerosas, em geral a dilatação da ele do abdômen é consequêcias de gravidez, emegrecimentos em larga escala, ex-obesos ou devido ao envelhecimento da pele. Embora este excesso não traga problemas funcionais, traz transtornos estéticos. A lipoaspiração melhorou consideravelmente os resultados desta intervenção.

A cirurgia é recomendada para:

* Mulheres que tiveram muitos filhos devido à distensão do abdômen.

* Pessoas que eram obesas e perderam muito peso deixando excesso de tecidos na região abdominal.

* Corrigir depósito de tecido gorduroso na região abdominal.

Diferenças entre Lipoaspiração e Abdominoplastia

A lipoaspiração é utilizada em casos de muita gordura alojada e a abdominoplastia (dermolipectomia abdominal) é uma intervenção cirúrgica mais complexa que possibilita maiores alterações. Embora a abdominoplastia possibilite diminuição de peso, sua finalidade principal é estética, e não a eliminação de quilos, com bons resultados podendo ser conseguidos com pouca retirada de tecido.

A Consulta

É necessário saber o peso do paciente e a dimensão do dano estético. Conhecer os antecedentes de gravidez, os antecedentes de intervenção cirurgica (presença de cicatrices abdominais da qual o cirurgião poderá as vezes servir-se), os antecedentes médicos (tratamentos recebidos) e o tabagismo.

É importante saber que a obesidade e a pressão arterial não são motivos de uma contra-indicação.

Riscos

Há poucos riscos de uma abdominoplastia apresentar danos à saúde do paciente. O procedimento é muito conhecido pelos médicos. Pacientes que possuem histórico de quelóide (Cicatriz acentuada) podem apresentar novamente nesta cirurgia.Mas trata-se de uma cirurgia e por isto é necessário que entregue ao médico uma série de exames para que o doutor possa determinar o grau da cirurgia.

Conclusão

A cirurgia de abdomen trata-se de uma intervenção muito benéfica. Traz muita satisfação no aspecto estético e igualmente muito conforto no plano funcional na vida diária (em especial conforto ao se vestir e em praticar atividades físicas).

A abdominoplastia no df é bastante procurada devido ao bom resultado alcançado por médicos da região.

Imagens Abdominoplastia

Se você gostaria de ver imagens de resultados de uma cirurgia plástica de abdominoplastia, há um acervo fotográfico de casos reais de uma clínica na espanha. Clique aqui para ver. As imagens encontradas neste site não são realizadas por nossos cirurgiões. Trata-se apenas de um link para um site de uma clínica da espanha onde a legislação permite a inserção de imagens de pacientes.

Dúvida Frequente:

Qual a diferença entre miniabdominoplastia e abdominoplastia?

A mini é na região inferior do abdômen. Normalmente indicada para correção de mulheres que fizeram parto cesária.

Fonte: www.fitcorpus.com.br

Vinte dicas que ajudam a perder peso

Pequenas mudanças no seu dia-a-dia podem representar alguns quilos a menos. Confira abaixo as 20 dicas de especialistas norte-americanos para conseguir perder aqueles quilinhos que teimam em não ir embora:

»Beber um copo extra de água todos os dias.

»Usar escadas ao invés de elevadores.

»Tomar o café da manhã todos os dias.

»Adicionar cinco minutos de exercícios à sua carga diária a cada dia.

»Trocar o refrigerante normal pelo diet.

»Sempre que possível trocar o refrigerante pela água.

»Caminhar sempre que seu destino permitir.

»Trocar o leite integral pelo desnatado.

»Comer seis pequenas refeições por dia e não três grandes.

»Aumentar o ritmo das caminhadas.

»Trocar a maionese dos sanduíches por mostarda ou molho vinagrete.

»Diminuir o óleo da comida.
»Trocar os petiscos por comidas mais saudáveis, como frutas e cereais.

»Trocar o gorduroso molho de salada por uma versão sem gordura.

»Fazer alongamentos por 4 ou 5 minutos todos os dias.
»Evitar frituras.

»Se exercitar ao invés de comer quando estiver estressado.

»Escolher sempre a versão menor de um prato.
»Cortar o açúcar.

»Cortar 100 calorias de sua dieta a cada dia.


Fonte: www.terra.com.br

Efeitos no organismo de uma alimentação equilibrada

A aparência da pele e dos cabelos reflete o estado do nosso organismo. Uma dieta balanceada é também uma espécie de tratamento de beleza imprescindível.

A ação dos nutrientes contidos nos alimentos pode ser considerada propriedade cosmética sistêmica, ou seja, o poder de embelezamento da pele desde as suas camadas mais profundas.
Isso confirma que "beleza vem de dentro para fora..."

Vários alimentos ajudam o organismo a repor as perdas de vitaminas e minerais e com isso melhoram o estress, e devolver vitalidade à pele e aos cabelos. As principais reposições que o organismo necessita são de vitaminas do complexo B, vitamina C, sódio, zinco, potássio, ferro, magnésio e cálcio.

Veja onde você encontra estes nutrientes com facilidade:

Seguem algumas dicas para manter o seu organismo saudável:

• Evite as bebidas alcoólicas, doces e refrigerantes.

• Deve-se mastigar devagar e pacientemente, para que nossa digestão não seja prejudicada.

• Um ambiente convidativo favorece o apetite. Beleza e limpeza são fatores fundamentais.
Durante as refeições, as conversas devem ser agradáveis, positivas, alegres.
Nunca deixe que a raiva ou qualquer outro sentimento negativo sente à mesa com você.

• Devagar com os líquidos, principalmente os alcoólicos e açucarados. Geralmente eles nos "ajudam a engolir os alimentos" - mal mastigados - dificultando a digestão.
Os líquidos gelados resfriam rapidamente o estômago, retardando muito o trabalho dele.
Cuidado também com os temperos, que costumamos usar para incrementar o sabor da comida. Muitas vezes eles irritam as mucosas do aparelho digestivo.

• A maneira como guardamos os alimentos, como os preparamos e manipulamos pode, se for de maneira errada, enfraquecer ou até mesmo eliminar seu valor nutritivo. Um exemplo disso é com as frutas cítricas, ricas em vitamina C.

Guardar laranja na geladeira, fazer um suco e só consumí-lo mais tarde, cortar uma laranja e não utilizá-la na hora... em todas as maneiras relatadas o valor nutritivo já não existe mais.

Veja alguns alimentos e seus nutrientes:

Acerola: Vitamina C, potássio, zinco

Banana: Vitamina C, potássio

Batata: Vitamina C, vitaminas do complexo B, potássio

Brócolis: Vitamina C

Cenoura: Potássio

Couve: Vitamina C, vitaminas do complexo B, potássio, sódio, cálcio, zinco

Feijão Preto: Vitaminas do complexo B, ferro

Germe de Trigo: Vitaminas do complexo B, cálcio, ferro, potássio, zinco

Laranja: Vitamina C, potássio

Lentilhas: Vitaminas do complexo B, cálcio, ferro, zinco

Maracujá: Vitamina C

Morango: Vitamina C, ferro, zinco

Pêssego: Ferro, potássio

Pimentão: Vitamina C, vitaminas do complexo B


fonte: sitemedico.com.b

Celulite

Lipodistrofia Ginóide ou "Celulite"

A "celulite" atinge até 95% das mulheres, principalmente nas fases sujeitas a alterações hormonais como a puberdade, gravidez e uso de pílulas anticoncepcionais, sendo uma das queixas mais frequentes em relação à estética. O aspecto de "casca de laranja" causa incômodo e insatisfação com o próprio corpo, levando à procura de uma solução para o problema.

As causas que dão origem à celulite não são totalmente conhecidas. Além de uma predisposição hereditária, alterações enzimáticas e hormonais parecem estar envolvidas, diminuindo a quebra das células gordurosas ou aumentando o seu volume.

As regiões mais atingidas pela celulite são aquelas onde as mulheres costumam acumular mais gordura: abdomem, quadris, culotes, nádegas, coxas e pernas.

Como se forma?

No nosso organismo, algumas células têm a função de acumular energia, sob a forma de gordura, para ser usada quando necessário. São os adipócitos (celulas gordurosas). Estas células se localizam na hipoderme, a camada mais profunda da pele. Nas mulheres, esta camada apresenta fibras ligando a superfície ao tecido mais profundo, como se fosse um colchão de molas. Estas pontes fibrosas repuxam a pele para baixo, dando o aspecto de "furinhos", que é característico da celulite.

Além disso, fatores como a hereditariedade, as alterações hormonais e enzimáticas, em conjunto, levam a uma alteração circulatória com acúmulo de líquidos e proteínas nas células de gordura, provocando uma modificação da textura do tecido subcutâneo e, posteriormente, uma irregularidade da superfície da pele, que leva ao aspecto visual de "casca de laranja".

A celulite pode estar, ou não, associada à obesidade. No entanto, com o aumento do peso, ela aparece mais, pois o aumento das células gordurosas acentua o repuxamento das fibras. Quando o acúmulo de gordura ocorre de forma excessiva, pode comprimir vasos sanguíneos e linfáticos levando à formação de edema (inchaço) e fibrose. Nesta situação, a celulite se torna mais grave, formando áreas endurecidas e nodulares. Em alguns casos, ocorre inflamação e dor local.

Para efeito de classificação, a celulite pode ser dividida em:

Grau 1: os furinhos só são percebidos quando a pele é comprimida. Pode aparecer até mesmo nas crianças, sendo mais comum nas adolescentes.
Grau 2: os furinhos já são percebidos sem comprimir a pele. Passando a mão sobre a pele, já se percebe uma ondulação, sendo possível sentir alguns nódulos.
Grau 3: os nódulos são bastante perceptíveis e têm consistência endurecida, demonstrando que já houve formação de fibrose. Pode haver dor local.

Fonte: Dermatologia.net

Celulite

Lipodistrofia Ginóide ou "Celulite"

A "celulite" atinge até 95% das mulheres, principalmente nas fases sujeitas a alterações hormonais como a puberdade, gravidez e uso de pílulas anticoncepcionais, sendo uma das queixas mais frequentes em relação à estética. O aspecto de "casca de laranja" causa incômodo e insatisfação com o próprio corpo, levando à procura de uma solução para o problema.

As causas que dão origem à celulite não são totalmente conhecidas. Além de uma predisposição hereditária, alterações enzimáticas e hormonais parecem estar envolvidas, diminuindo a quebra das células gordurosas ou aumentando o seu volume.

As regiões mais atingidas pela celulite são aquelas onde as mulheres costumam acumular mais gordura: abdomem, quadris, culotes, nádegas, coxas e pernas.

Como se forma?

No nosso organismo, algumas células têm a função de acumular energia, sob a forma de gordura, para ser usada quando necessário. São os adipócitos (celulas gordurosas). Estas células se localizam na hipoderme, a camada mais profunda da pele. Nas mulheres, esta camada apresenta fibras ligando a superfície ao tecido mais profundo, como se fosse um colchão de molas. Estas pontes fibrosas repuxam a pele para baixo, dando o aspecto de "furinhos", que é característico da celulite.

Além disso, fatores como a hereditariedade, as alterações hormonais e enzimáticas, em conjunto, levam a uma alteração circulatória com acúmulo de líquidos e proteínas nas células de gordura, provocando uma modificação da textura do tecido subcutâneo e, posteriormente, uma irregularidade da superfície da pele, que leva ao aspecto visual de "casca de laranja".

A celulite pode estar, ou não, associada à obesidade. No entanto, com o aumento do peso, ela aparece mais, pois o aumento das células gordurosas acentua o repuxamento das fibras. Quando o acúmulo de gordura ocorre de forma excessiva, pode comprimir vasos sanguíneos e linfáticos levando à formação de edema (inchaço) e fibrose. Nesta situação, a celulite se torna mais grave, formando áreas endurecidas e nodulares. Em alguns casos, ocorre inflamação e dor local.

Para efeito de classificação, a celulite pode ser dividida em:

Grau 1: os furinhos só são percebidos quando a pele é comprimida. Pode aparecer até mesmo nas crianças, sendo mais comum nas adolescentes.
Grau 2: os furinhos já são percebidos sem comprimir a pele. Passando a mão sobre a pele, já se percebe uma ondulação, sendo possível sentir alguns nódulos.
Grau 3: os nódulos são bastante perceptíveis e têm consistência endurecida, demonstrando que já houve formação de fibrose. Pode haver dor local.

Fonte: Dermatologia.net

Beleza X Gravidez

Beleza: saiba o que é proibido e o que é permitido na gravidez

Na dúvida, é melhor não arriscar. Esta é a regra para as mulheres que querem saber qual a melhor forma de cuidar da beleza durante os nove meses de gestação, afirmam os dermatologistas. A explicação é simples: como os testes de segurança dos cosméticos não são feitos com grávidas, não há como ter a certeza de que um determinado produto não vai fazer mal ao feto. O cuidado deve ser ainda maior nos três primeiros meses de gravidez, fase mais importante na formação correta do bebê.

Os dermatologistas estão, cada vez mais, indicando produtos bem naturais para as gestantes. As melhores marcas de cosméticos geralmente têm uma linha especial para grávidas. Estes produtos costumam ser livres de uma série de substâncias, não causam alergias e agridem menos a pele.

Nesta fase, o ideal é investir apenas na prevenção. Ou seja, nada de tratar rugas, manchas, espinhas, estrias ou celulite. Estes tratamentos só devem ser retomados após o fim da amamentação, já que alguns componentes dos cosméticos, principalmente os ácidos, podem acabar no leite materno.

Perigo para o feto e risco para mãe

Além do perigo para o feto, os cosméticos comuns também podem irritar ou causar manchas na pele da futura mãe, que está muito mais sensível neste momento.

Durante a gravidez, não adianta a mulher querer investir em procedimentos para combater os eventuais problemas de beleza que aparecem durante esses nove meses. Isto só vai fazer mal a ela e ao bebê. Na verdade, o ideal é que, assim que souber que está grávida, guarde todos os produtos de beleza antigos e converse com seu dermatologista e seu obstetra para saber o que ainda é permitido. Além do perigo para o feto, os cosméticos comuns também podem irritar ou causar manchas na pele da futura mãe, que está muito mais sensível neste momento - avalia.

Os tratamentos estéticos como peelings, laser e massagens modeladoras também devem ser suspensos, lembra a dermatologista Renata Roxo, da SBD. O único permitido é a drenagem linfática e, mesmo assim, só deve ser feita com aval do obstetra.

Confira alguns dos produtos proibidos para gestantes

- Cabelos: Nos três primeiros meses, qualquer tipo de tintura, clareamento ou reflexo está proibido. Além da amônia e do iodo, estes produtos costumam conter metais pesados como chumbo. Alguns dermatologistas permitem, após o primeiro trimestre, reflexos longe da raíz, assim como tonalizantes.

E não adianta achar que a henna é natural. Nem todos os produtos são de boa qualidade e podem oferecer riscos à saúde. Alisamentos, escovas progressivas ou inteligentes, relaxamentos e hidratações que contenham formol, mesma na quantidade permitida pela Vigilância Sanitária, também estão totalmente proibidos.

- Rosto: Qualquer tipo de creme clareador, rejuvenescedor ou firmador está proibido. Botox ou colágeno, nem pensar. Na gravidez, é preciso evitar os ácidos glicólico, salicílico, retinóico e os derivados de frutas, os antibióticos tópicos, e também qualquer produto com enxofre. Filtros solares são permitidos, mas o ideal é preferir aqueles livres de parabenos e ftalatos.

- Corpo: Hidratantes são recomendados, mas devem ser indicados por um dermatologista e devem ter uma fórmula especial para gestantes. Por exemplo, as temidas estrias são combatidas com hidratantes com uréia em baixa concentração. Produtos muito concentrados não são recomendados para a grávida, assim como aqueles com vitamina A e hidroquinona porque podem manchar a pele.

Fonte: Globo Online - RJ (18/11/2008)

Sol x envelhecimento da pele

Muita gente ainda não acredita que o sol possa ser o principal responsável pelo envelhecimento cutâneo. Ou acredita, mas acha que não vai acontecer com ela, pois não consegue se imaginar daqui a vários anos e pensa apenas no prazer imediato de se ver com a pele bem bronzeada.

Algumas vezes, ao examinar uma pessoa que se queixa da pele envelhecida e dizer que estas alterações são causadas pelo sol, ela rebate: mas eu não vou à praia há mais de 5 anos...

O que estas pessoas não entendem, é que não é apenas o sol do último verão e sim a exposição solar acumulada durante toda uma vida, desde a infância. Na juventude, a pele tem uma grande capacidade de regeneração e "conserta" os danos causados pelo sol na pele. Com o passar dos anos, a pele perde esta ação regeneradora e as alterações características do fotoenvelhecimento começam a aparecer, como manchas, ressecamento, asperezas e perda da elasticidade.

A comprovação

A foto que você vê abaixo, mostra uma pele bastante envelhecida no dorso da mão e uma pele de aspecto jovem no abdomem. Parece que são peles de pessoas diferentes, mas é a mesma pessoa. Trata-se de uma senhora cujo abdômen esteve sempre protegido do sol pelas roupas. Seus braços, no entanto, sofreram a ação do sol durante o seu dia a dia, pois sempre usou roupas de mangas curtas.



Percebe-se, claramente, que a pele do dorso da mão, que recebeu a exposição solar, tem aspecto bem envelhecido. Isto não acontece com a pele do abdômen, que sempre ficou protegida pela roupa, não sofrendo a ação direta da radiação solar, e mantêm características de uma pele bem mais jovem.

Portanto, da próxima vez que você pensar em estender sua canga para se queimar, pense que a idade também vai chegar para você, e que os danos provocados pelo sol vão aparecer um dia. Se você gosta da sua pele e quer mantê-la bonita por mais tempo, proteja-se!

Entenda que você não precisa deixar de aproveitar os prazeres de ir à praia ou à piscina ou de curtir a vida ao ar livre. Basta mudar sua atitude em relação ao sol e tomar certos cuidados.

by: Dr. Roberto Barbosa Lima - Dermatologista/dermatologia.net

Alergia aos Produtos Cosméticos

Dermatite de contato a cosméticos

Cosmético é todo produto aplicado sobre a superfície do corpo com a finalidade de limpar, embelezar ou modificar a sua aparência. O aumento da busca pela beleza, especialmente pelas mulheres, mas também pelos homens, levou ao incremento de produtos cosméticos segmentados, com produtos também para a pele infantil e negra.

Com isso, a quantidade de produtos aumenta, aumentando também o "contato" com diferentes ativos (substâncias) nas formulações.

Maioria das reações adversas são leves

Apesar da ampla utilização de cosméticos, os eventos adversos sérios não são frequentes. Reações leves, como coceira, ardor ou ressecamento, podem ocorrer em mais de 10% da população adulta. No entanto, o vasto uso de cosméticos e a falta de uma regulamentação precisa fazem com que seja difícil descobrir detalhadamente todos os componentes das formulações.

A dermatite de contato por irritação é a reação adversa mais comum a cosméticos. Produtos para a limpeza da pele, tais como sabonetes, xampus e desodorantes são os irritantes mais importantes. As reações mais frequentes são em consequência do uso continuado e cumulativo.

Pacientes que apresentam alteração da camada mais superficial da epiderme (camada córnea), como os atópicos e os idosos, são mais predispostos a ter reações irritantes devidas aos cosméticos.

Síndrome da intolerância a cosméticos

Além dos sinais e sintomas típicos de inflamação, como vermelhidão, inchaço e formação de pequenas bolhas (vesículas), uma irritação subjetiva pode ocorrer. Trata-se de uma resposta não inflamatória aos produtos aplicados na pele.

Esta resposta é caracterizada por uma reação sensorial, com ardor, queimação, coceira, mas sem alterações cutâneas visíveis. Isto é o que pode-se chamar de "pele sensível". Esta reação é conhecida por dermatite de contato sensorial ou subjetiva ou, ainda, síndrome da intolerância a cosméticos.

A queixa sensorial se restringe à face. O paciente reclama de reações no rosto, mas consegue utilizar o mesmo produto no resto do corpo. Algumas substâncias que podem desencadear a pele sensível seguem ao lado: ácido benzóico, ácido cinâmico, emulsificantes não-iônicos, laurilssulfato de sódio, bronopol, ácido lático, propilenoglicol, uréia e ácido sórbico.

Fragrâncias e esmalte de unhas são os principais responsáveis

Vários componentes de cosméticos podem ser alergênicos, mas as fragrâncias são a principal causa de alergia a cosméticos. Formam um grupo de mais de 3.000 substâncias que são usadas numa ampla variedade de produtos, incluindo os chamados "sem perfume", com o intuito de disfarçar odores indesejados de alguns componentes da formulação.

Entre as substâncias utilizadas nos testes de contato para identificar o agente causador das dermatites, a mais frequentemente positiva é a resina tonsilamina/formaldeído, presente nos esmaltes de unhas e causa de eczemas principalmente nas pálpebras e região do pescoço, mas raramente afetando a região ao redor das unhas. Em estudo realizado, a positividade à tonsilamina chegou a 70,7%.

Para saber mais sobre dermatites de contato, clique aqui.

Fonte: Jornal Rio Dermatológico (artigo de Denise S. Fagundes e Andréia M. Moreira).